Triagem de Resíduos 

A triagem de resíduos consiste na operação de separação e limpeza dos diversos resíduos e/ou componentes dos resíduos de outros materiais indesejáveis, para posterior acondicionamento. Os resíduos são tratados conforme de acordo com processos normalizados pelos correspondentes institutos regulamentadores, assegurando a qualidade dos resíduos e dos fardos para inserção nas indústrias recicladoras.
Na Mirapapel procedemos á triagem dos seguintes resíduos:
> Papel / Cartão
> Plástico (embalagens)
> Metais (ferrosos e não ferrosos)
> Vidro
> Electrodomésticos e equipamentos eléctricos e electrónicos
> Automóveis (VFV)
> Pneus
> Baterias
> Pilhas
> Cabos eléctricos
> Óleos Alimentares
> Óleos Lubrificantes
> Madeiras
> Biomassa
> Filtros
> Absorventes
> Construção/ Demolição

Novo Centro de Triagem Automática de Plásticos, Metais, Papel e Cartão:

O Centro de Triagem Mirapapel entrou em funcionamento em 2000, sofrendo grande actualização tecnológica em 2010. Com a entrada em funcionamento do Novo Centro de Triagem Automática, em Abril de 2010, os resíduos provenientes de recolhas selectivas (ecopontos) – embalagens de plástico, metal, papel e cartão passam por triagem electromagnética, pneumática e mecânica, reduzindo ao mínimo a intervenção manual em toda a operação, ao mesmo tempo que aumenta a eficiência de separação de materiais. O Novo Centro de Triagem Automática implementa num conjunto de processos de separação automática com recurso a vários equipamentos tecnologicamente avançados, incluindo sensores ópticos, separador balístico, separador magnético e sistemas de aspiração, entre outros, que permitem classificar e separar automaticamente os materiais consoante as suas características.
No final do processo de triagem, os materiais são direccionados para uma prensa, onde são compactados em fardos, sendo de seguida armazenados até ao momento de encaminhamento para reciclagem, valorização energética ou aterro.
Esta infra-estrutura está dimensionada para receber e tratar os RSU provenientes dos 25 Municípios dos distritos de Vila Real, Chaves, Bragança, tendo capacidade de processamento de 10 ton/dia de papel e 500kg/h de plástico.