Baterias - Automóvel, telemóvel, ferramentas eléctricas, etc…

As baterias (de qualquer tipo) pertencem á categoria de resíduos perigosos devido aos químicos contaminantes que fazem parte da sua construção e não podem ser depositados em contentores de lixo doméstico ou ecoponto e devem permanecer sempre selados.

A reciclagem de permite que o chumbo dê origem a novos componentes e outros elementos como o manganês, zinco, aço e carbono sejam reaplicados na indústria transformadora. O plástico do seu invólucro salvaguarda de derrame de líquidos susceptíveis de verter e contaminação, podendo ser reutilizado em diversos materiais após o desmantelamento adequado.

Segundo a legislação vigente, se proceder à mudança da sua bateria numa oficina de automóveis poderá deixar a bateria usada no estabelecimento, ou, de igual modo, caso adquira uma bateria nova, poderá deixar a bateria usada com o revendedor. Em ambos os casos o procedimento é livre de encargos.

O destino de qualquer tipo das pilhas, baterias ou acumulador de energia serão os institutos públicos devidamente licenciados para gerir um sistema integrado de gestão de resíduos de pilhas e acumuladores portáteis e de resíduos de pilhas e acumuladores industriais incorporáveis em EEE, como é o caso da Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (Ecopilhas) e mais recentemente da Amb.3E